TERRA NATIVA FM, 91,1

INTERNET VIA FIBRA ÓPTICA, TEM NOME.

terça-feira, 6 de junho de 2017

EMATER E PARCEIROS INCENTIVAM A ORGANIZAÇÃO RURAL


Historicamente a agricultura familiar sempre foi caracterizada pela precariedade dos seus sistemas de associativismo para os pequenos produtores rurais.   Visando reverter esse quadro, o associativismo ganha relevância junto às entidades ligadas ao setor rural do Município de Juranda, pois se acredita ser o instrumento viável ao fortalecimento da agricultura familiar.


Conforme o Extensionista da Emater de Juranda, Sr. Antonio Pereira de Souza, a Associação, enquanto uma organização é a união de pessoas que visa atender as necessidades dos associados, através da solidariedade, da ajuda mútua e da conjunção de esforços de seus membros.

Portanto, nesta linha de pensamento Associação de Produtores Rurais é uma sociedade formal, criada com objetivo de integrar esforços e ações dos agricultores e seus familiares em benefício da melhoria do processo produtivo e da própria comunidade a qual pertencem.

Associativismo, portanto, é um padrão de organização dos pequenos produtores rurais, caracterizado pelo apelo à participação e a co-gestão, configurando assim uma prática organizativa com características peculiares e tem sido utilizada principalmente, visando garantir aos agricultores familiares o acesso aos benefícios dos programas de desenvolvimento rural dos governos federal, estadual e municipal.

As associações são criadas e procuram funcionar obedecendo a um conjunto de princípios que dão características peculiares a essas organizações, tais como: entrada livre; respeito à raça, religião e o sentimento político de cada associado; desenvolvimento da educação; realização de operações, preferencialmente, com associados; ajuda mútua; democracia e igualdade.

A organização associativa traz vantagens para o associado que podem ser resumidas nos seguintes pontos: aquisição de produtos por preços menores; obtenção de melhores preços através da comercialização; beneficiamento e industrialização da produção; aquisição de bens para fins comuns e melhoria da educação e progresso social mediante a vida em grupo.

Desse modo, a cooperação é vista pelas políticas públicas como uma alternativa para a viabilização econômica desses agricultores.

Portanto, a organização de produtores rurais é importante como uma estratégia de desenvolvimento rural, partindo da convicção que em uma unidade associativa/participativa os produtores têm melhores condições de defender seus interesses, de visualizar, analisar e de resolver seus problemas comuns, enfim, de se fortalecerem econômica e socialmente.

Para a sociedade, as unidades produtivas associativas têm melhores condições que as unidades familiares isoladas de aumentarem a produção de alimentos e de matérias-primas, bem como de gerar novos empregos e fixar o homem no campo.

É preciso que se recrie o associativismo tornando-o sólido e competitivo, desenvolvendo-se, paralelamente, programas de educação associativista nas organizações e, também, junto às crianças e jovens, que nas escolas buscarão sentido para uma vida mais cooperativa em um mundo cada vez mais competitivo.


Os projetos associativos para obter sucesso deverão estar voltados para a realidade do mercado, esforçando-se para superar as limitações tecnológicas, desenvolvendo metodologias de capacitação gerencial, criando economias de escala através de rede de pequenos produtores e de apoio à cadeia produtiva.
Portanto a organização rural dos pequenos produtores rurais e vileiros de Juranda tem sido feito várias ações em parceria com EMATER PR, Prefeitura Municipal através da Secretária de Agricultura, e as associações existentes com suas diretorias. Foi feito a reativação da Associação Vila Rural Alto Alegre com a organização e eleição e posse em 01 de Junho de 2017 da nova diretoria da Vila Rural Alto Alegre que teve como presidente o Sr. Lorival Gomes dos Santos, sendo aprovado neste mesmo dia o novo Estatuto. Outra Associação que passou pela organização foi a FEIPJUR – Associação dos Produtores de Hortifrutigranjeiros de Juranda, que teve eleição e posse da nova diretoria ocorrida no dia 20 de Março de 2017, tendo como presidente o Sr. Jorge Venâncio de Godoy; sendo esta associação responsável pela Feira do Produtor Rural de Juranda . A APROLEJUR – Associação dos Produtores de Leite de Juranda, tem avançado muito, pois tem conseguido preços no leite comercializados por seus sócios acima dos praticados com produtores individuais, na compra de insumos para uso na atividade leiteira com preços menores. aumento no parque de máquinas para uso dos associados, capacitação técnica,  indicando que as parcerias com entidades públicas e privadas e no sistema associativista tem resultados positivos.

Entidades públicas ligado ao setor rural como Prefeitura Municipal, através da Secretária Municipal de Agricultura, EMATER PR  e produtores rurais vem trabalhando no sentido de criar uma associação que atenda  todos os agricultores familiares do município de Juranda. Contemplando atividades como Sericicultura, Agroindústria, Culturas Anuais, Horticultura, Piscicultura, Apicultura entre outras.   Reuniões já foram realizadas e encaminhamentos de estatuto e outras providências sendo tomadas para que nos próximos meses tenha-se formalizada esta Associação de Pequenos Produtores Rurais de Juranda.

Fonte: Instituto Emater – Juranda-Pr
Juranda, 02 de Junho de 2017

Extensionista Antonio Pereira de Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COTAÇÕES

Projeção da população do Brasil

Projeção da população do Paraná