TERRA NATIVA FM, 91,1

INTERNET VIA FIBRA ÓPTICA, TEM NOME.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

POPULAÇÃO DE JURANDA SURPREENDIDA COM "MILAGRE" QUE VALIDA CANONIZAÇÃO DE PASTORINHOS DE FÁTIMA QUE SALVOU O GAROTINHO LUCAS

Lucas, de 9 anos, sofreu um traumatismo craniano quando tinha 5 anos, após cair de uma janela. Segundo o pai dele, após orações aos beatos Francisco e Jacinta, o menino se recuperou sem sequelas.




Os pais do menino cuja cura foi atribuída a um milagre dos Pastorinhos de Fátima, os irmãos Francisco e Jacinta Marto, falaram nesta quinta-feira (11) sobre a alegria pela canonização dos beatos. João Batista e Lucia Yurie, moradores de Juranda, no centro-oeste do Paraná, estão na cidade de Fátima, em Portugal, e relataram a recuperação do filho Lucas, de 9 anos, após um traumatismo craniano.
João Batista e Lucila Yurie contaram a história da cura do filho em conferência em Portugal
Foto: PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP


Francisco e Jacinta serão canonizados pelo Papa Francisco durante uma missa neste sábado (13), junto a peregrinação pelo centenário de Fátima, em Portugal.



O milagre da cura de Lucas foi reconhecido em 23 de março de 2017 e o Para Francisco anunciou a cerimônia de canonização em 20 de abril. Os beatos serão os mais jovens santos não-mártires da Igreja Católica, segundo a página do Santuário.

Além da cerimônia de canonização dos Pastorinhos, o Francisco também participa das comemorações do Centenário das Aparições de Fátima.

Durante o testemunho, os pais dirigiram os agradecimentos a Francisco e Jacinta, aos profissionais de saúde que trabalharam na recuperação de Lucas, à Postulação da Canonização dos dois beatos e ao Santuário de Fátima.



Foto: M. Camargo
De acordo com Batista, o menino caiu de uma janela com 6,5 metros, quando tinha cinco anos. Com a queda, ele bateu a cabeça no chão e sofreu um traumatismo craniano, com perda de tecido cerebral. Lucas foi internado em estado grave e sofreu duas paradas cardíacas. Os médicos deram poucas esperanças de sobrevivência.

Conforme relato do pai, a família começou a rezar a Jesus e a Nossa Senhora de Fátima, a quem tem muita devoção. No dia seguinte ao acidente, eles ligaram para o Carmelo de Campo Mourão, também na região centro-oeste do Paraná, pedindo orações para Lucas.

Na primeira ligação, a irmã que recebeu o telefonema não passou o recado, pensando que a criança não sobreviveria. A mensagem só foi transmitida à comunidade no dia seguinte.

“Uma irmã correu para as relíquias dos Beatos Francisco e Jacinta, que estavam junto do Sacrário e sentiu esse impulso de oração: “Pastorinhos, salvem esse menino, que é uma criança como vocês”. Conseguiu convencer toda a comunidade do Carmelo a rezar apenas com a intercessão dos Pastorinhos”, diz o relato do pai.

"Esse é nosso milagre!"
Relata a tia de Lucas
Arquivo Rede Social
Em 9 de março, Lucas já apresentou melhoras, acordando bem e lúcido, perguntando pela irmã. Em 11 de março saiu da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e no dia 15 do mesmo mês teve alta.

Ainda de acordo com Batista, a criança não teve nenhuma sequela.

A postuladora da causa dos pastorinhos revela outro pormenor que liga esta família a Fátima. João e Lucila casaram a 20 de Fevereiro, dia da festa litúrgica dos pastorinhos Francisco e Jacinta. Outro detalhe: a família pediu orações às irmãs carmelitas, a mesma ordem de que a irmã Lúcia fez parte.

 

PASTORINHOS DE FÁTIMA



Francisco Marto
* 11/06/1908 / + 04/04/1919
Filho mais velho de Manuel Pedro Marto e Olímpia de Jesus dos Santos, Francisco trabalhava pastoreando o rebanho da família na região da Cova da Iria, local das aparições da Nossa Senhora. Segundo a crença católica, quando a Virgem aparecia, ele apenas podia ver o fenômeno, sem falar ou ouvir. Em outubro de 1918, pouco mais de um ano após a última aparição, ele adoeceu pela gripe espanhola, vindo a falecer no dia 4 de abril do ano seguinte.


Lúcia dos Santos
* 28/03/1907 / + 13/02/2005
Filha de António dos Santos e Maria Rosa Ferreira, Lúcia era prima dos irmãos Marto, e a única das crianças pastoras de Fátima a alcançar a idade adulta. Segundo a tradição, só ela conseguia falar com a Virgem. Dedicou a vida à Igreja Católica, ingressando como freira carmelita no Carmelo de Santa Teresa em Coimbra, em 1946. Foi ela quem revelou os segredos de Fátima. Morreu em 2005, e seu processo de beatificação está em andamento.

Jacinta Marto
* 11/03/1910 / + 20/02/1920
Irmã mais nova de Francisco, Jacinta também trabalhava no pastoreio dos animais da família. Segundo biografia do Santuário de Fátima, a menina era “tímida, mas serena”. Nas aparições, ela conseguia ver e ouvir, mas não falar com a Virgem Maria. Como o irmão, adoeceu pela gripe espanhola e morreu no dia 20 de fevereiro de 1920, num hospital de Lisboa. Após longo processo, se tornou beata em 13 de maio de 2000, ao lado do irmão, em cerimônia com o Papa João Paulo II.

Francisco e Jacinta Marto eram irmãos, nasceram em Aljustrel e foram batizados na paróquia de Fátima, em Portugal. Ele nasceu em 11 de junho de 1908 e ela em 05 de março de 1910. Os dois acompanhavam a prima Lúcia, um ano mais velha que Francisco, também Pastorinha de Fátima.

Os três afirmaram ter visto um anjo por três vezes, em 1916, que os convidou à adoração de Deus. Entre maio e outubro de 1917, eles afirmaram ter visto seis aparições de Nossa Senhora.

Francisco morreu aos 10 anos e Jacinta aos 9 anos. A prima deles, Lúcia, morreu em 2005, aos 97 anos.


LEIA A ÍNTEGRA DO TESTEMUNHO DO PAI DE LUCAS:

“Boa tarde a todos!

Meu nome é João Batista. Esta é a minha esposa, Lucila Yurie. Estamos aqui para dividir asinformações sobre o caso do Lucas.

No dia 3 de março de 2013, por volta das 20.00 horas, o nosso filho Lucas, que estava brincando com a sua irmãzinha Eduarda, caiu de uma janela, de uma altura de aproximadamente 6.50 metros. Na época, ele tinha 5 anos.

Bateu com a cabeça no chão e fez um traumatismo craniano grave, com perda de tecido cerebral no lóbulo frontal esquerdo.

Foi assistido na nossa cidade, em Juranda, e dada a gravidade do seu quadro clínico, ele foi transferido para o hospital de Campo Mourão, no Paraná.

O percurso demorou por volta de uma hora.

Chegou em coma muito grave. Teve duas paragens cardíacas enquanto era anestesiado para a cirurgia e foi operado de urgência. Os médicos diziam que ele tinha poucas probabilidades de sobreviver.

Começamos a rezar a Jesus e a Nossa Senhora de Fátima, a quem temos muita devoção. No dia seguinte ligamos para o Carmelo de Campo Mourão, pedindo que as irmãs rezassem pelo Lucas. A irmã que recebeu o telefonema, ela não passou o recado porque ela sentiu que o Lucas não ia aguentar. Então ela fez apenas uma oração para confortar a gente.

Os dias passavam e o Lucas estava piorando. O quadro dele não evoluía. No dia 6 de março os médicos pensaram na transferência para um hospital maior, uma vez que nem havia os cuidados necessários para a sua idade. Disseram-nos que as possibilidades de o menino sobreviver eram baixas e que se sobrevivesse teria uma recuperação muito demorada, ficando certamente com graves deficiências cognitivas ou mesmo em estado vegetativo.

No dia 7 voltamos a ligar para o Carmelo. Nesse dia, a irmã transmitiu o recado à comunidade. Uma irmã correu para as relíquias dos Beatos Francisco e Jacinta, que estavam junto do Sacrário, e sentiu esse impulso no coração. E disse: “Pastorinhos, salvem esse menino, que é uma criança como vocês”. Conseguiu convencer toda a comunidade do Carmelo a rezar com ela apenas a intercessão dos Pastorinhos.

Assim fizeram. Da mesma forma como todos nós, na família, começamos a rezar aos Pastorinhos e, dois dias depois, no dia 9 de março o Lucas foi desentubado e acordou bem, lúcido, e começou a falar, perguntado pela sua irmãzinha. No dia 11 de março saiu da UTI e dia 15 ele teve alta.

Está completamente bem, sem nenhum sintoma ou sequela. O que o Lucas era antes do acidente ele o é agora: sua inteligência, seu caráter, é tudo igual.

Os médicos, incluindo alguns não crentes, disseram não ter explicação para essa recuperação.

Eu queria aqui agradecer aos profissionais de saúde que acompanharam o caso do Lucas, bem como à Postulação de Francisco e Jacinta Marto, na pessoa da Irmã Ângela, por todo o cuidado que prestaram durante todo esse processo até à canonização.

Agradecemos também ao Santuário de Fátima, na pessoa do padre Carlos Cabecinhas. No entanto, não podemos deixar de agradecer a todos aqueles que rezaram pelo Lucas.

Damos graças a Deus pela cura do Lucas e sabemos com toda a fé do nosso coração, que foi obtido este milagre pelos Pastorinhos Francisco e Jacinta.

Sentimos uma imensa alegria por ser este o milagre que os levou à canonização, mas sobretudo sentimos a bênção da amizade dessas duas crianças, que ajudaram o nosso menino e agora ajudam a nossa família.

Fonte: Portal G1

O passo-a-passo da canonização

1º - SERVO DE DEUS

O primeiro passo da santificação acontece quando um bispo submete no Vaticano o caso de um candidato já falecido e com reputação por feitos sagrados. Em um tribunal, oficiais analisam o histórico e escritos do postulante de forma a conferir o cumprimento da fé e da moral da Igreja. O candidato é declarado então um Servo de Deus.

2º - VENERÁVEL

Nesta segunda etapa, o processo é acompanhado pela Congregação para as Causas dos Santos, em Roma, onde é analisado se o candidato cumpriu de forma heroica as 11 virtudes exigidas pela Igreja ou sofreu martírio em defesa da fé. Em caso positivo, o Papa é informado e o postulante é nomeado Venerável.

3º - BEATO

Para que o processo de beatificação seja concluído, a Congregação para as Causas dos Santos deve analisar um milagre pelo qual o candidato teria sido responsável. Além disso, médicos devem atestar que não há explicação científica para tal cura. Em caso de reconhecimento destes feitos pelo Papa, o Venerável se torna Beato. No caso de um Venerável nomeado por ter sofrido martírio em defesa da fé, a comprovação do milagre é dispensada.

4º - SANTO

Além da beatificação, o candidato pode ser santificado caso mais um milagre seja reconhecido. Assim, ele poderá ser venerado em todas as igrejas do mundo após cerimônia de canonização conduzida pelo Papa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COTAÇÕES

Projeção da população do Brasil

Projeção da população do Paraná