TERRA NATIVA FM, 91,1

INTERNET VIA FIBRA ÓPTICA, TEM NOME.

terça-feira, 10 de maio de 2016

Vereador denuncia Prefeito de Juranda por ameaças e intimidação

01
Na tarde da última segunda-feira dia 09, sendo por volta das 16:38 hrs, o vereador do município de Juranda senhor José Molina Neto (PT), compareceu na Delegacia Regional de Polícia Civil da Comarca de Ubiratã.
Onde diante da equipe de plantão o mesmo noticiou o seguinte fato: que é Vereador no município de Juranda e que no dia 09 de maio de 2016, o mesmo se dirigiu até a creche Centro Municipal de Educação Infantil Isaura Aparecida Henrique, para atender a uma diligência na função de vereador e legislador público,  pois o mesmo foi chamado para verificar uma inundação de água existente na referida escola.
Relatou o vereador que a eliminação de água havia sido controlada pelos servidores assim o mesmo efetuou algumas imagens do referido local, momento  este em que o prefeito do município de Juranda Bento Batista da Silva (PSDB) , chegou no local em um tom de intimidade o  questionou quem havia mandado o vereador ora notificante até a referida creche.
O senhor José Molina Neto relata que esteve na creche sim, como fiscalizadora do bem público e dever de ofício de um legislador, ainda relata que o prefeito Bento Batista da Silva (PSDB) , dizia para sair lá fora para acertar, conversar, Bento Batista, seguiu intimidando e dizendo que ele iria representar, pois não havia autorização da direção para o mesmo entrar na creche.
O vereador relatou que as ameaças intimidadoras do prefeito contra sua pessoa prosseguiram " Vamos conversar e acertar isso lá fora", o declarante relata que sub entende-se que o prefeito Bento Batista da Silva demonstrava querer entrar em vias de fato com o vereador presente naquele local.
Uma servidora pública Municipal que estava no local ouviu o fato e relatou que o prefeito Bento Batista comentou em dar um tiro de arma de fogo na pessoa de José Molina Neto. Diante dos fatos foi Lavrado o boletim de ocorrência junto à Polícia Civil da Comarca de Ubiratã, tendo por natureza constatada ameaça crimes contra a pessoa em estabelecimento público.
1
Na noite da última segunda-feira dia 09 durante reunião da câmara de vereadores do município de Juranda o Vereador José Molina Neto (PT) também denunciou na Tribuna da câmara legislativa o ato praticado contra sua pessoa pelo prefeito do município Bento Batista da Silva (PSDB), pela suposta ameaça e intimidação durante a diligência no centro municipal de educação infantil.
O vereador disse ao prefeito na oportunidade, que estava se esquivando havia 15 dias de receber ofícios e intimidações da CPI da Frota, cuja comissão é presidida por Molina, e que finalmente ele apareceu e poderia receber a notificação, momento em que ligou para o relator da comissão, vereador Remi Walmart Welz (PSC) que levasse lá os documentos, no que o prefeito disse que só receberia fora do prédio público.
E o chefe do Executivo continuou rodeando o vereador em tom ameaçador,  intimidador. Dizia para sair lá fora para acertar, conversar. "Ele estava muito agitado e literalmente assustou. Fiquei com medo. Em maio de 2013 ele já havia me ameaçado e me expulsado do pátio da prefeitura,  quando também estava em diligência de fiscalização" lembrou Molina.
"Ele tem um histórico de ameaças à funcionário, vereador e a quem tenta fiscalizar seus atos como prefeito" disse Molina lembrando do caso do servidor ' Ronaldo Quaresma", dizendo que a ocorrência registrada é tão somente uma medida preventiva para sua segurança e a de sua família,  visto que se sente literalmente ameaça pelo prefeito, que não permite ser fiscalizado.
3
CRECHE JÁ FOI VISTORIADA PELO VEREADOR MOLINA NO ANO PASSADO
A denúncia recebida hoje pelo vereador Molina sobre a inundação na creche não foi a primeira. Em 1° de junho do ano passado Molina já tinha levado o caso à câmara quando foi aprovado um requerimento de sua autoria questionando o descaso nos reparos para conter as infiltrações daquele centro de educação infantil.
"Passado um ano o problema se repete sem solução e outra vez somos chamados para ser a voz daquelas professoras que sofrem o descaso e a falta de solução", comenta Molina,  que denuncia que elas são sensuradas pelo prefeito se reclamar o caso à câmara ou outro órgão de fiscalização.
FONTE: Cidade Destaque 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COTAÇÕES

Projeção da população do Brasil

Projeção da população do Paraná