TERRA NATIVA FM, 91,1

INTERNET VIA FIBRA ÓPTICA, TEM NOME.

sábado, 2 de abril de 2016

Homem é preso por ameaça, desacato e violação de domicilio em Juranda


Na noite da última sexta-feira dia 01, sendo por volta das 23:00, a Equipe da Policia Militar da cidade de Juranda, foi solicitada pela senhora Jaqueline Bueno Ricardo, sendo que a mesma se encontrava assustada pois estava saindo do Colégio João Maffei Rosa,  juntamente com a sua colega de Classe, Raily dos Santos,  momento em que subiam pela Rua Guaianases,  em direção ao conjunto Romam,  e ao chegarem na esquina da Rua Projetada C,  as mesmas perceberam que estavam sendo seguidas por um homem sem camiseta,  posteriormente identificado pelo nome de Juliano Fernandes da Silva.
No referido local o homem abordou as duas e disse " Vem cá eu quero seu telefone vem aqui menina vou te pegar".
Neste instante as duas gritaram e correram pois naquela rua mora a pessoa de Jaqueline próximo à esquina,  onde ocorreu o fato ambas entraram na residência de Jaqueline e trancaram as portas e as janelas, mas mesmo assim e Juliano ainda continuou a gritar com elas do lado de fora da residência dizendo " Eu vou te agarrar e você vai ver vem cá sua biscate'. Momento qual Juliano começou a forçar a porta da residência para entrar e as duas ainda muito apavorada gritavam por socorro.
A equipe policial se deslocou o referido local,  momento em que avistou Juliano sentado aproximadamente 20 metros da residência, porém o mesmo se levantou e saiu caminhando a passos rápidos fingindo estar falando ao celular.
Diante do exposto não localizando a vítima e no momento do chamado sem muitas informações precisas,  onde não havia sido informado quem era o possível autor da agressão e ameaça as duas meninas.  A equipe policial perguntou há pessoas que por ali estavam se tinha visto algo de estranho acontecendo como ameaças a algumas pessoas, momento que populares informaram que  que realmente o rapaz que acabava de sair andando em passos rápidos mexendo no celular havia tentado agarrar as meninas e tentou invadir a residência.
Sendo assim a equipe policial saiu em patrulhamento e próximo ao local do fato nas proximidades da rua Tibirica, esquina com Avenida Dom Pedro Segundo Juliano foi novamente avistado andando e eu perceber a viatura policial, tentou entrar em uma residência.
Momento este que recebeu voz de abordagem e de imediato foi algemado para não oferecer risco à autoridade policial, que se encontrava sozinho, Juliano dizia morar na referida casa que ali se localizava e não sabia o que estaria acontecendo,  instante este em que o proprietário da residência saiu pra fora dentro do quintal e desmentiu tal alegação.
Juliano foi conduzido até a casa da vítima na Rua Projetada C, e assim foi reconhecido por ambas,  Juliano foi detido e mesmo assim não parava de falar dentro da viatura policial, as seguintes frases "U ma hora vou sair e olha que tem vários policiais morrendo todos os dias fica esperto policial de merda, vamos se trombar na rua de novo não tenho medo de morrer já matei um e pra Mataram mais um não custa nada".
Momento este em que Juliano recebeu voz de prisão pelo crime de desacato e ameaça contra autoridade policial,  o mesmo foi conduzido ao destacamento da polícia militar para confecção do boletim de ocorrência na sequência encaminhado ao Hospital Municipal para ser confeccionado um laudo de integridade e posteriormente encaminhado até a delegacia da polícia civil de Ubiratã para as providências judiciárias.  As vítimas foram informadas a a dar continuidade mediante a representação contra o crime de ameaça que ambas sofreram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COTAÇÕES

Projeção da população do Brasil

Projeção da população do Paraná