TERRA NATIVA FM, 91,1

INTERNET VIA FIBRA ÓPTICA, TEM NOME.

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

NESTA SEGUNDA-FEIRA SERÁ VOTADO O PEDIDO DE CASSAÇÃO DOS VEREADORES DE JURANDA ACUSADOS DE EXTORSÃO

1
Na noite desta segunda feira dia 29 de Fevereiro,a partir das 19:00 será realizado a reunião ordinária da câmara de vereadores do município de Juranda. Em Pauta estarão muitos assuntos entre requerimentos, indicações, projetos de leis e moções.
Mas o assunto que mais chama atenção será a votação para decidir pela cassação ou não cassação dos vereadores; José Teodoro Alves Neto (PTB) Nelson Richard do (PSL) e Pedro Gonçalves (PSD).  Estes vereadores são acusados de extorquir a Ex prefeita do município de de Juranda Leila Miotto Amadei (PSC).
Sendo que na data de 15 de novembro de 2015 os vereadores acima citado foram presos em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e por Policiais Civis da 16º SDP  de Campo Mourão,  a prisão aconteceu no restaurante do posto de combustíveis Tio Patinhas na cidade de Campo Mourão, logo após os vereadores receber em cheque no valor de R$: 25 Mil Reais cada um.
2
Os mesmos foram enquadrados pelo crime de extorsão por exigir que a Ex Prefeita Leila Miotto Amadei, fizesse o pagamento a eles em troca de pareceres favoráveis na aprovação de contas referente ao ano de 2009, conta estas que iriam a votação no plenário da câmara naquela semana.
Após permanecerem por um período na carceragem da 16º de Campo Mourão os 03 vereadores saíram em liberdade, após pagamento de uma fiança estipulada no valor de R$: 25 Mil Reais, para cada um dos vereadores.
3 4
Sendo que os mesmos ficaram proibidos de terem acesso à Prefeitura e à Câmara Municipal de Vereadores, como também foram proibidos de manter contato com os demais vereadores suplentes ou servidores da Câmara e da Prefeitura, ambos os vereadores tiveram a suspensão do exercício da função pelo prazo de 180 dias.
Sendo que devido ao fato acima citado a Câmara de Vereadores do Município de Juranda acatou a denúncia que foi protocolada contra os Tres Vereadores, pelo crime de extorsão, a Câmara de Vereadores de Juranda formou então uma comissão processante a qual apurou as denúncias concluindo os trabalhos para formalizar o pedido de cassação do mandato dos três vereadores.
5
A Comissão Processante foi formada pelos vereadores; José Aparecido da Silva (Presidente),  Celso carnielli (Relator)  e Adeir da Silva Mota (Membro),  a qual teve um prazo de 90 dias para apurar o processo e dar o seu parecer final, acatando ou não a denúncia.
Sendo que na noite desta segunda feira dia 29 de Fevereiro de 2015, promete ser marcante na história da política do Município de Juranda, quando a comissão processante irá enviar para Plenário da Câmara, para ser votado pelos demais vereadores o pedido de cassação dos vereadores; José Theodoro Alves, Pedro Gonçalves e Nelson Richard Pinto.
Toda população de Juranda é convidada para comparecer na reunião e acompanhar este ato democrático em prol da transparência na política brasileira por isso convidamos famílias lideranças políticas empresários sociedade civil público em geral para não faltar e estarem acompanhando a reunião onde será definido o futuro dos vereadores.

FONTE: Cidade Destaque
POSTAGEM: José Marcelo Chagas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COTAÇÕES

Projeção da população do Brasil

Projeção da população do Paraná